Quem sou eu

Minha foto
"Eu sou a que no mundo anda perdida/ Eu sou a que na vida não tem norte/ Sou a irmã do Sonho, e desta sorte/ Sou a crucificada… a dolorida…/ Sombra de névoa tênue e esvaecida/ E que o destino, amargo, triste e forte/ Impele brutalmente para a morte!/ Alma de luto sempre incompreendida!/ Sou aquela que passa e ninguém vê…/ Sou a que chamam triste sem o ser…/ Sou a que chora sem saber porquê…/ Sou talvez a visão que Alguém sonhou/ Alguém que veio ao mundo pra me ver/ E que nunca na vida me encontrou!" Florbela Espanca - Livro de Mágoas

Seguidores

segunda-feira, 9 de julho de 2012


Imagem da Internet
Pensei em sentar e ver a vida passar,
mas nem assim a dor doeu menos,
 também tentei pegá-la pelas ventas e fazer aquietar-se!

E no que deu?
deu num aperto no peito,
o olhar perdido
e só!

por Neuma Queiroz

10 comentários:

  1. Poema bom e reflexivo.

    "Pensei em sentar e ver a vida passar,
    mas nem assim a dor doeu menos,"

    Estes versos me fizeram refletir sobre um momento a qual eu tive na vida...No ano passado eu deixei,me sentei e vi o tempo passar no certo momento da vida.Eu pensei que a dor iria acabar por deixa a vida passar mas, na verdade este tipo de pensamento aumentou explicitamente a minha dor. As vezes a falta de atitude e da ação de tentar inverter a situação é uma negação ,ou é um corte nas asas do condor.Pra mim as asas do condor são os elementos fundamentais para a elevação da vida a qual eu denomino superação de vida.

    Nós não temos que deixar a vida seguir com olhos ,corpo e alma congelados.

    Estou te seguindo *--*.

    Acesse!

    http://mundodorrx2r4r.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Reylton,

    é bom quando o poema conversa com nossas emoções, sentidos e vivências...

    Muito grata, de verdade, pelo comentário e por está seguindo meu blog!

    Abraço,
    Neuma Queiroz

    ResponderExcluir
  3. Quem senta repousa;para no tempo!
    a dor crece,o vazio aparece,os sentidos somem;
    a vida so e vivida aquele que nao intristesse,
    erguem a cabeça e levanta o corpo,,mesmo com as dificuldade!

    Somem por algus dias, mas quando apararece;destaca!
    criativo poema e linda imagem!

    Com amor e carinho.

    Leck.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh meu Bem*.*, obrigada!!

      Bjs, Bjs

      Neuma

      Excluir
  4. A ocidentalidade impossibilitou
    uma atitude zen
    ou o existencialismo está cicatrizado
    não sei
    apenas que o verso é mui lindo

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderExcluir
  5. Não posso crer! Você voltou e voltou com tudo!

    Alimente-me com suas poesias, Neuma Queiroz!

    ResponderExcluir
  6. Lais,

    Que linda sua presença aqui!!!
    e o que dizer do seu "Pé de poesias"... da sua escrita apaixonante, envolvente e de múltiplos sentidos... apenas que descreve a alma!

    Abraço forte,
    Neuma

    ResponderExcluir
  7. Voltei para me balançar
    nas asas deste balanço
    adorei teu poema
    e este desenho é demais
    estou por aí
    perdidos nos versos

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderExcluir
  8. Taí um espaço que não deveria estar desatualizado...

    ResponderExcluir

Comentários...